Método SCHROTH – ISST Alemanha

curso schroth ISST-logo-
logo-sanomed curso schroth

Instituto Brasileiro de Escoliose e Sanomed

Devido à importância de oferecer este curso de Formação Schroth ISST Bad Sobernheim, em maio de 2017 começamos os acerto para alcançar o objetivo de traze-lo ao Brasil.

Este curso até agira só foi  oferecido no  Canadá na América e agora com exclusividade será oferecido aos profissionais do Brasil e America do Sul.

É importante destacar que o curso que será oferecido é a formação original SCHROTH, a mesma oferecida na Clínica Asklepios em Bad Sobernheim.

Somente o Brasil aparece no calendário do ISST fora da Europa como local onde será oferecido o curso básico pela primeira vez na America do Sul, o que demonstra a dificuldade que tem os fisioterapeutas de acesso a esta a tão importante formação para o tratamento da escoliose.

patricia italo mentges axel hennes

Método Schroth - International Schroth Three Dimensional Scoliosis Therapy

Curso Schroth ISST Básico

O curso básico completo inclui 2 partes de 5 dias cada com um total de 77 horas (CEU). 

No período de 6-12 meses entre sessões intensivas de trinamento de 5 dias, o terapeuta tem que implementar e praticar os elementos aprendidos em sua rotina diária. 

O instrutor dá uma atribuição de funções necessárias para participar da próxima parte. A intenção é implantar uma exploração intensiva e séria na prática clínica.

Curso de atualização ISST

O curso de atualização ISST - é um curso de 2 dias : consistindo de tópicos práticos e teóricos, bem como de relatórios de casos e realizado pelo Instrutor Regional ISST - Parte I .

Os preços podem ocasionalmente variar de acordo com o número de participantes e as condições locais.

Curso avançado ISST

O Curso avançado ISST foi planejado para terapeutas com experiência nos cursos básicos de Schroth tanto na teoria como na prática. 

Aborda diferentes tópicos como coletes ortopédicos e suporte de fisioterapia, conceitos básicos de como realizar uma pesquisa (ensaio), como avaliar a importância de um artigo científico, aspectos educacionais de um treinamento postural usando princípios de conceito de aprendizado motor.

Método Schroth

O método Schroth é um tratamento não-cirúrgico aplicado na correção da escoliose que conta com uma longa tradição. Pode-se sugerir que é um tipo de tratamento conservador que lembra do método original Hipócrates. Embora tenha se passado mais de 2000 anos desde a era de Hipócrates a abordagem conservadora (não cirúrgica) para correção da escoliose se manteve a mesma. Devido a seriedade (complexidade) do problema, há 2 séculos atrás, costumava-se utilizar 3 terapeutas para trabalhar com um paciente, a fim de evitar erros durante a correção. O tratamento de correção com base nos princípios do método Schroth é hoje aplicado em todo o mundo, precisamente por causa da sua abordagem para o problema, principalmente com base na respiração tridimensional, que tem o papel mais significativo no tratamento da escoliose.

O desenvolvimento

O desenvolvimento do método Schroth repousa sobre o trabalho profissional de três gerações. Os primeiros passos foram registrados em 1921, por Katharina Schroth, que sofria de escoliose. A insatisfação causada pelo tratamento que recebeu em instituições particulares, a fez procurar a solução para o seu problema sozinha. Ela começou a explorar seu corpo e aplicar um novo tipo de tratamento. Ela era uma professora, então ela não sabia nada sobre anatomia, fisiologia e biomecânica; no entanto, seu espírito inspirador contribuiu para o desenvolvimento de algo completamente novo, algo que gerou resultados surpreendentes nos anos seguintes. Ela chegou à conclusão de que seria possível conseguir um controle postural exclusivamente pela mudança da percepção da postura. Ela estava tentando fazer a correção da caixa torácica através da realização de inalações profundas no lado côncavo. Ela costumava fazer isso na frente de um espelho, a fim de ser capaz de controlar os movimentos da caixa torácica. Ela se inspirou primeiramente em   um balão. Enquanto observava o balão sendo inflado, ela concluiu que existe a possibilidade de fazer uma correção da deformidade, seguindo o mesmo princípio. Ela começou a desenvolver o método em Meissen, Alemanha Oriental, onde teve seu primeiro pequeno instituto. Durante os anos 1930 e 1940, Katharina recebeu apoio tanto no trabalho como no desenvolvimento do método de sua filha Christa, que nasceu em 1924. Katharina mudou-se com sua filha Christa para Bad Sobernhein em 1961. Esta é a cidade onde fundaram seu instituto que gradualmente se desenvolveu para chegar a ser uma clínica bem estabelecida, oficialmente em 1983 sob o nome “Katharina Schroth Klinik”. Após a morte de Katharina em 1985, sua filha Christa Lehnert-Schroth, terapeuta, deu continuidade ao desenvolvimento do método. Mais tarde, seu filho, Hans Rudolf Weiss, cirurgião ortopédico, se juntou a ela. Dr. Weiss foi o diretor da clínica durante o período de 1995 a 2008. A continuação do desenvolvimento do método ficou a cargo principalmente do chefe do departamento terapêutico Udo Roevenich e Axel Hennes e foi cientificamente comprovado pelo Dr. Weiss. Christa se aposentou em 1995 e morreu em Março de 2015.

Na Alemanha, o método Schroth se tornou a mais reconhecida abordagem baseada em exercício, para o tratamento conservador da escoliose. A Asklepios Katharina-Schroth-Klinik oferece um programa intensivo de terapia (em regime de internato) principalmente coberto por seguros de saúde alemães por 3-5 semanas para crianças, adolescentes, e também para adultos portadores

Bases dos cursos ISST

  • Com base em princípios fisioterapêuticos típicos, a Terapia Schroth foi fundada por Katharina Schroth em 1920 e continuamente aprimorada através da experiência dos terapeutas Schroth de todo o mundo.
  • O uso de exercícios posturais para terapia da escoliose é baseado em princípios científicos que se relacionam diretamente com etiologias e sintomas de deformidade vertebral.
  • ISST utiliza um programa de exercícios individualizados combinando padrões comportamentais corretivos com métodos fisioterapêuticos. O tratamento 3D (tri dimensional) da escoliose é baseado em princípios sensório-motores e cinestésicos e seus objetivos são facilitar a correção assimétrica do tronco e da postura, e ensinar os pacientes a manter conscientemente a postura corrigida nas atividades de vida diária.
  • Os principais elementos da abordagem de tratamento são: correção das disfunções reversíveis da coluna vertebral, mobilização passiva específica da escoliose, estabilização ativa 3D, respiração corretiva, controle postural, educação terapêutica com um aspecto específico nas AVDs, desenvolvendo um programa de exercícios domiciliares fácil e seguro.
  • Os coletes, se indicados e prescritos, são incluídos no processo terapêutico, ajudando os/as pacientes a aceitar esta ferramenta terapêutica efetiva e usá-lo também como equipamento terapêutico para melhorar a qualidade dos exercícios, especialmente no programa de exercícios domiciliar.

 

No treinamento ISST- vamos esclarecer vários aspectos teóricos específicos da escoliose em combinação com partes práticas da abordagem terapêutica.

O curso aborda desde a compreensão do aspecto da escoliose até a um raciocínio clínico mais sofisticado e abrangente sobre a gestão conservadora da escoliose.

 

Metas e Resumo

A formação ISST permite aos fisioterapeutas fornecer um tratamento conservador adequado para pacientes com desvios da coluna vertebral principalmente para escoliose idiopática e cifose.

O objetivo é prevenir a cirurgia, desacelerar ou interromper a progressão e desenvolver estratégias efetivas de enfrentamento para que os pacientes melhorem sua participação social e suas atividades na vida diária.

Isso também tem um efeito positivo na QVRS geral (qualidade de vida relacionada à saúde) para crianças, adultos e pacientes idosos que sofrem de escoliose e cifose.

O treinamento permite que os fisioterapeutas compreendam as condições biomecânicas dos aspectos posturais assimétricos e a carga assimétrica da coluna vertebral que levam a adaptações funcionais e estruturais e um maior risco de progressão.

A fisioterapia específica também é indicada para pacientes com colete, para pacientes com indicação de cirurgia ou após a cirurgia.

O fisioterapeuta aprenderá a definir o seu papel como jogador da equipe em uma rede interdisciplinar com médicos, cirurgiões, técnicos ortopédicos (ortesistas), pais, pacientes e psicólogos.

 

1 - Noções básicas: Etiologia, conceito biomecânico, conceito de ciclo vicioso, progressão, desequilíbrio postural, função e estrutura, colete, cirurgia.

2 - Avaliação clínica: exame visual e manual, protocolo terapêutico, avaliação de raios-X, escoliômetro, testes funcionais.

3 - Classificação: Schroth, King, Rigo, Lenke

4 - Mobilização específica: Passiva: técnicas manuais específicas: flexão lateral, inclinação, deslocamento lateral, de-rotação, realinhamento sagital

5 - Terapia respiratória: Respiração corretiva: uma força interna detorsional específica para reverter as características escolióticas e mobilizar disfunções torácicas restritivas

6 - Estabilização 3D: exercícios no tratamento da escoliose idiopática, do posicionamento à auto- correção- ativa.

7 - Atividades da vida diária: variações de postura, abordagens fáceis para o lazer (tempo livre), ajudando a evitar a progressão e reduzindo a carga assimétrica - instruções para o trabalho com tensões básicas e exercícios de equilíbrio.

8 - Correção sagital: correção no plano sagital, fácil de aplicar e importante para a estabilidade da coluna, especialmente na área lombar.

9 - Exercícios com colete: conceito multidisciplinar incluindo o colete.

 

Elegibilidade para participar do curso método Schroth ISST

A terapia de Schroth historicamente é um conceito de fisioterapia e, portanto, os cursos de certificação serão oferecidos exclusivamente a profissionais que trabalham como fisioterapeutas.

Diretrizes da SOSORT

A SOSORT (Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Ecoliose) foi formada em 2004, com os membros-chave das principais clínicas Schroth européias como membros fundadores. Desde então, a terapia Schroth tem estado sempre  intimamente envolvida e segue as recomendações de consenso de SOSORT. O Consenso SOSORT sobre as diretrizes para tratamento conservador da escoliose de 2011 define os principais membros da equipe multidisciplinar como médico, ortesista e fisioterapeuta. Os métodos de exercício a serem realizados sob as diretrizes de tratamento SOSORT são referidos como “Exercícios Fisioterapêuticos específicos para Escoliose” (EFEE), que inclui o método Schroth.

Curso método Schroth Básico ISST - Parte 2

Objetivos e Descrição

A Parte II do Curso Método Schroth se aprofunda no processo educacional do método ISST-Schroth. Os aspectos teóricos serão revisados ​​e refinados. Classificações adicionais como King, Lenke e Rigo serão discutidas. Os princípios mais importante sobre o colete serão apresentados.

A Parte II completa o processo terapêutico padronizado do exame físico ao plano de terapia individual, que consiste em exercícios, ensino postural e técnicas manuais auxiliares mais específicas. Os exercícios básicos podem ser utilizados com variações mais funcionais e desafiadoras para adaptar o programa de terapia ao desenvolvimento da capacidade de exercício dos pacientes.

A relação entre Escoliose e Laterolistese será introduzida.  Aqui, o terapeuta aprende mais sobre escoliose em pacientes adultos e idosos. Escoliose e dor se tornam o principal aspecto para este grupo de pacientes e ambas as entidades devem ser incluídas, porém separadas, no programa de terapia.

Nas partes práticas, os participantes trabalham independentes supervisionados pelo instrutor e têm a oportunidade de discutir problemas dentro da equipe terapêutica.

Para entender mais sobre o tratamento cirúrgico, uma breve visão geral da história e as técnicas típicas seriam abordadas.

Ética e processo de certificação

A certificação autoriza para tratamento ISST de acordo com o conceito de Katharina Schroth, mas não autoriza a ensinar a outros profissionais o método. Em caso de descumprimento, a certificação e o status de  terapeuta ISST serão retirados.

É necessário ser aprovado em um exame escrito e prático após os cursos básicos,  Parte I e  Parte II, para obter a certificação ISST de Terapeuta ISST Schroth Básico.