Exercicios para escoliose – Conceito SEAS


É uma abordagem de auto-correção ativa tridimensional, levando em conta primeiramente a mobilização da curva primária na direção da correção sem permitir o aumento dos desníveis seja de cintura pélvica ou escapular. Progressivamente objetiva-se a correção simultânea das curvas existentes obtendo-se uma estabilização ativa da posição corrigida e incorporada como hábito postural. Curvas pequenas, moderadas ou importantes podem ser tratadas com o SEAS, todavia a eficiência da terapia depende da flexibilidade da curva e do comprometimento do paciente, no que diz respeito à frequência solicitada e à execução correta dos exercícios.

 

EXERCICIOS PARA ESCOLIOSE 

Exercícios Científicos na Abordagem da Escoliose – SEAS

Exercício SEAS Escoliose - Paciente iniciou atendimento com 45º Cobb, hoje ainda não findo o tratamento está com 30º Cobb, com 14 meses de Tratamento.

Um programa de Exercício Fisioterápicos Específicos para Escoliose podem desempenhar um papel importante no tratamento da escoliose. Tradicionalmente a maioria dos cirurgiões sempre foram da opinião de que “a fisioterapia e exercícios não funciona para escoliose”. Em alguns aspectos, isso é verdade, fisioterapia geral, exercícios ou programas como de Pilates e Yoga e RPG nunca  demonstraram que são  eficientes para parar a progressão da escoliose. Estes tratamentos podem ajudar no entanto em coisas como dor ou flexibilidade.

No mundo e especialmente no Brasil  há falta de informação e educação a respeito da escoliose e seu tratamento.  Existe um uso generalizado de técnicas inapropriadas nunca verificadas,  outras não comprovadas cientificamente, coletes mal prescritos e / ou mal construídos, e a ausência de envolvimento de uma equipe de profissionais qualificados no tratamento da escoliose. A  Internet é a “ferramenta de conhecimento” na sociedade de hoje, oferecendo oportunidade de alcançar o maior número possível de pessoas no mundo para divulgar conhecimentos e informações. Usar a Internet é uma idéia simples, mas revolucionária para impactar e gerar o compartilhamento de informações e melhorar a abordagem clínica da escoliose.

É fundamental saber e sempre lembrar que a escoliose é uma doença muito complexa e deve ser gerida por especialistas. Não se trata apenas de um desequilíbrio postural. Antes de tratá-la, os profissionais envolvidos: médicos, fisioterapeutas e ortesistas,  devem ser devidamente treinados, qualificados através de formação adequada e dispostos a colaborarem entre si.

Isso sem dúvida ajudará na tomada de decisões durante o tratamento, assegurando a melhor abordagem.

SEAS (Scientific Exercises Approach to Scoliosis – Exercícios científicos na abordagem da escoliose).

O conceito SEAS foi desenvolvido no ISICO (Instituto Científico Italiano da Coluna vertebral), uma organização inteiramente dedicada ao tratamento conservador – não cirúrgico – da escoliose e coluna vertebral, um dos principais institutos do mundo no tratamento de deformidades vertebrais,  altamente especializado (consulte as publicações científicas aqui), e embasado em mais de 30 anos de prática, resultados e intensa pesquisa.

A inovação do conceito está no fato de que após uma avaliação criteriosa, se desenvolve um programa de exercícios individualmente prescrito, que é ensinado aos pacientes e seus pais, e que deverá ser realizado em casa.

Isso permite um alcance muito maior, ou seja, um número muito maior de pessoas pode ser elegível para o tratamento. Os pacientes realizam uma única sessão a cada 2-3 meses em que são devidamente avaliados por um fisioterapeuta especializado em escoliose e aprende uma série de exercícios personalizados (específicos) para seu caso.

Como consequência, os pacientes que vêm de longe serão capazes de participar do programa de tratamento, como já acontece. Não há dispositivos específicos caros necessários, o que também torna o tratamento mais viável e adaptado para as condições sócio-econômicas do nosso país. Isso é muito importante já que o tratamento dura o tempo que a criança ou o adolescente, no caso da escoliose idiopática do adolescente, estiver em crescimento, ou seja, o tempo necessário.

Os objetivos do tratamento através do método SEAS são: a redução da curva da escoliose, a contenção de sua  progressão, potencializar os resultados do uso e aplicação das órteses (coletes ortopédicos), como também em outros casos diminuição da aceleração do crescimento da curva (para as escolioses progressivas) e nos casos mais graves, preparar o corpo para um melhor resultado na cirurgia.

O maior êxito ou sucesso será obtido quanto mais precoce for a detecção e consequente intervenção.

O SEAS é um conceito INOVADOR no tratamento da escoliose, além de  garantir e oferecer eficiência, aceitabilidade e humanização.