Referência Internacional

Referência internacional no que se refere ao tratamento não cirúrgico da escoliose idiopática.

Referência internacional no que se refere ao tratamento não cirúrgico da escoliose idiopática.

Com a formação especializada da Dra. Patricia Italo Mentges – creditada e certificada com o SAA ( SEAS Advanced Creditation) do ISICO Istituto Scientifico Colona Vertebrale de Milão, Itália – única no Brasil e América Latina com formação completa, tornamo-nos uma referência internacional no tratamento da  Escoliose Idiopática.

 

Neste ano o Dr. Fabio Zaina, médico italiano especialista em escoliose , atual presidente do SOSORT até 2015 fez menção no seu site uma referência ao alto nível de profissionalismo que o Projeto Escoliose Brasil e sua equipe possuem para o tratamento não cirúrgico. A partir de então surgiu  uma parceria onde o Projeto Escoliose Brasil é autorizado a traduzir e colocar nos meios que achar convenientes, toda e qualquer publicação que o Dr. Zaina faça em sua pagina. Todavia, o Dr. Zaina  como consequência abriu espaço em seu site para publicar as nossas traduções na língua portuguesa, alcançando assim também ao público de fala portuguesa na Europa.
Em Junho último (2014) o Dr. José Miguel Gómez médico ortopedista radicado nos Estados Unidos esteve no Rio de Janeiro onde ministrou para membros do Projeto Escoliose um curso de Certificação no Sistema Goss de tratamento da escoliose. Com esta certificação, os profissionais do Projeto podem avaliar a aplicação de órteses (coletes) Goss no tratamento não cirúrgico da escoliose. Desta forma o Projeto está na vanguarda na aplicação de órteses assimétrica de última geração. A utilização destes recursos em conjunto com a aplicação dos Exercícios Fisioterapeuticos Específicos para Escoliose, já surtem efeitos em reduções de curvas bem avançadas que pelas suas características teria indicação cirúrgica.