Vocabulário da Escoliose

Angulo de Cobb – Ângulo formado pelas 2 paralelas à parte superior e inferior das vértebras mais inclinadas em relação a horizontal nas extremidades da curvatura escoliótica.

Atitude escoliótica – Desvio lateral da coluna vertebral (visto de costas). Não há gibosidade no exame clínico e sem rotação vertebral no exame radiológico.

Classificação de Risser –  para avaliar a maturidade óssea nos ossos da pelve na radiografia.  Permite determinar o potencial de crescimento da coluna, observando os ossos da sua pelve. É medido de 0 a 5. Quanto menor, ou seja, 0 ou 1 indica uma grande potencial de crescimento.

Coluna vertebral – A coluna vertebral (que também é chamada de espinha) é o esqueleto, a parte óssea, das costas. É composto de 33 vértebras: 7 vértebras cervicais, 12 torácicas e 5 lombares (mais 5 sacrais e 4 coccígeas).

Colete – Os coletes ortopédicos são prescritos para corrigir os desvios da coluna vertebral em casos de escoliose ou cifose. 

Escoliose – é um disturbio que altera a coluna nos 3 planos do espaço (quando visto de trás, de lado e de cima), em  uma forma “S” e gira sobre si mesma, como uma escada em espiral. 

Escoliose evolutiva – Uma escoliose é considerada evolutiva quando a angulação de Cobb aumenta entre dois exames, geralmente de mais de 1 grau por mês.

Escoliose idiopática – escoliose sem uma causa reconhecida e que aparece em uma criança / adolescente em plena saúde, sem antecedentes patológicos.

Escolise secundária – escoliose devido a patologias que podem levar a desvios escolióticos. Exemplos: escoliose neuromuscular (causada por doença neurológica, muscular ou neuromuscular), malformação (resultante de uma malformação das vértebras presentes no nascimento), traumática (lesão de uma vértebra após um acidente).

Evidência científica – Evidência é tudo que pode ser usado para provar que determinada afirmação é verdadeira ou falsa. Então a evidência científica é o conjunto de informações utilizados para confirmar ou negar uma hipótese científica, e ela somente existirá através de pesquisas científicas.
 
Gibosidade – também é chamado de giba – saliência de um lado das costas produzida por uma escoliose da coluna vertebral.

Idiopática – refere-se a um sintoma ou doença de origem desconhecida.

Maturidade óssea – idade real do osso calculada a partir de uma radiografia dos ossos da mão ou da pelve.

Órtese – dispositivo ortopédico para compensar ou corrigir uma função deficiente. Não deve ser confundido com uma prótese que substitui um membro faltante.

Ortesista – é o profissional que projeta, fabrica e instala próteses e órteses de acordo com a prescrição.

Radiografia panorâmica da coluna vertebral – exame de Raio X específico para diagnosticar e acompanhar o tratamento da escoliose. Deve ser executado na posição de pé e conter toda a coluna desde a cabeça, até a parte superior do fêmur (cabeças femurais) e também as bordas das costelas. É pedido em AP e de Perfil.